Água da Chuva para Descargas Sanitárias

Cisternas Para Água da Chuva – Como Escolher?
junho 28, 2019
Captação para água da chuva
Captação para água da chuva – Casa da Cisterna
julho 17, 2019

Cada vez que uma descarga sanitária é acionada, cerca de 10 litros de água potável e de boa qualidade descem pelo ralo, ou seja, desperdiçados. No atual contexto, onde os cuidados ambientais, sobretudo com a água potável, são cada vez mais evidentes e necessários, é também preciso observar essa questão tão comum no dia a dia.

O uso de Água da Chuva é uma prática que infelizmente ainda caminha a passos lentos no Brasil, de forma desproporcional aos seus benefícios, que são muitos! Porém, é cada vez mais incentivada, inclusive em outros países, pois a falta de água já é uma realidade em muitos locais do planeta, e isso só tende a aumentar com o crescimento da população, concentrações urbanas e a poluição dos rios e lagos.

Assim, aproveitar a água da chuva é uma das formas mais eficientes de se poupar a água potável e tratada. Além de ajudar o meio ambiente e desafogar a rede de abastecimento, prevenindo a falta de água para a população, essa atitude ainda traz economia na conta de água do usuário, que pode chegar a mais de 50%. Bom demais para ser verdade, não é mesmo?! Pois fica ainda melhor: é tudo muito simples!

 

Usando a Água da Chuva

A Água da Chuva é bastante versátil, e pode ser utilizada em inúmeras atividades do dia a dia, como: lavar calçadas, pisos e carros, regar plantas e outras atividades de jardim, em processos industriais, reservas contra incêndio, atividades de limpeza em geral e até nas DESCARGAS SANITÁRIAS.

Na maioria dos casos, basta instalar uma Cisterna e começar a usar. As Cisternas são os recipientes especiais que filtram e armazenam a água da chuva, e são equipadas com proteção UV e antibacteriana, para conversar essa água em condições ideias de uso.

Descargas Sanitárias

No caso das descargas sanitárias, é preciso um cuidado a mais na hora de construir a tubulação da casa. Isso porque requer um tipo de tubulação não cruzada, ou seja, um sistema de canos específico que ligue a cisterna às privadas, e outro da caixa de água (água tratada que vem da rede) para as torneiras e chuveiro, de modo que os dois tipos de água não tenham contato uma com a outra.

Mas, apesar desse detalhe, ainda é um processo muito simples, e não encarece em nada a obra. Ou seja, só traz benefícios, pois o morador dessa residência irá economizar no uso de água pelo resto da vida.

Geralmente, há uma cisterna enterrada que recebe a água da chuva e uma bomba que leva a água até o reservatório da laje da casa, e dali vai para os vasos sanitários e áreas externas. Há também outra caixa em separado que recebe só água potável e encaminha para os demais usos.

 

Fazendo as contas

Quando a descarga sanitária é acionada, cerca de 10 litros de água tratada de boa qualidade descem pelo ralo.

Lavar o carro com a mangueira aberta consome em torno de 360 litros de água, valendo o mesmo cálculo para a limpeza de calçadas.

A cada litro de água da chuva aproveitado, dois são poupados e deixados nos rios.

Com uma Cisterna de apenas 1.000 litros é possível poupar até 50 mil litros de água tratada por ano.

 

Ou seja, seja esperto e use água da chuva!

Temos as soluções completas para ajudar você. Solicite um orçamento.